Veja o que é real e o que é ficção em La Casa de Papel

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

La Casa de Papel é a série de língua espanhola mais popular da Netflix. No Brasil, a produção se tornou um verdadeiro fenômeno cultural, inspirando fantasias, músicas e muito mais.

A quarta temporada de La Casa de Papel já chegou à Netflix. Neste ano, milhões de pessoas correram para maratonar os episódios, que corresponderam (e até superaram) as expectativas de muita gente.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Embora a trama de La Casa de Papel seja completamente fictícia, alguns aspectos da história foram inspirados por eventos da vida real.

O site Screen Rant explicou as inspirações reais de La Casa de Papel; confira abaixo!

Ficção e realidade

De acordo com o Screen Rant, os personagens e a premissa base das primeiras temporadas de La Casa de Papel são ideias e conceitos originais desenvolvidos pelos produtores Alex Pina e Esther Martinez Lobato, os criadores da série.

“Os personagens são todos anti-heróis, antagonistas. Com o desenvolvimento da trama, o público passa a se identificar com os personagens. Não há bom ou ruim; é o público que decide”, afirmou Pina. 

O produtor também contou o motivo da maior abertura e desenvolvimento na trama de La Casa de Papel nas temporadas mais recentes.

“Não fizemos algo entediante, procuramos dar razões para o público ficar conosco e continuar assistindo à série. É por isso que em poucos minutos, diversas coisas importantes acontecem”, contou Pina.

Inspiração 

Mesmo com uma história completamente fictícia, La Casa de Papel conta com algumas inspirações e referências à vida real.

A canção “Bella Ciao”, por exemplo, é uma música italiana do século XIX, cantada como uma forma de resistência ao fascismo. Na série, a música também é um símbolo de rebelião. 

Segundo a revista NSS, Pina escolheu a dedo a música tema de La Casa de Papel.

“A música sempre fez parte da trilha sonora da minha vida. Como o mundo todo sabe, Bella Ciao é um hino de resistência. Desde que haja resistência, há esperança –  mesmo sem a menor esperança de saírem de lá”, afirmou o produtor.

Além disso, La Casa de Papel foi inspirada em vários clássicos do cinema, como Cães de Aluguel, de Quentin Tarantino.

La Casa de Papel está disponível na Netflix. 

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio