Todos sabemos que Waylon Smithers é o braço direito de Burns. Ele está pronto para fazer o que Burns precisa na usina de Springfield, mas se meteu em uma variedade de situações pessoais complexas longe de seu chefe.

Claro, a outra coisa importante a saber sobre Smithers é que ele está… apaixonado por seu chefe.

Ele é um dos poucos personagens abertamente gays de Os Simpsons, mas passa a maior parte de sua vida escondendo esse fato, enquanto busca desesperadamente a aprovação de um homem com pelo menos cem anos de idade.


Ele não saiu do armário até a vigésima sétima temporada

Considerando que Smithers era um dos gays mais proeminentes na TV por boa parte dos anos 90, parece óbvio que ele estaria divulgando as notícias como fogo o tempo todo em que esteve na tela.

Pode ter sido implícito com muita força e parecia bastante óbvio, mas levou até a vigésima sétima temporada (que representa quase trinta anos do programa e 500 episódios) para ele se tornar oficialmente gay. Ninguém ficou chocado.

Havia rumores de que ele estava prestes a sair do armário desde 2004

Em 2004, os criadores de Os Simpsons realizaram uma pesquisa que provavelmente não daria certo hoje. Foi dado ao público adivinhar qual personagem seria “gay” no próximo episódio.

Acabou sendo Selma Bouvier, mas 97% dos votos do público foram para Smithers.

Nos Estados Unidos, Os Simpsons está disponível no Disney+. No entanto, o serviço ainda não foi lançado no Brasil.