Artista da Semana | Doona Bae, a Sun de Sense8

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Nesta coluna do Observatório do Cinema, intitulada Artista da Semana, elegeremos o ator ou atriz de TV que mais nos impressionou durante os episódios da semana. Em época de fall season, é fácil se perder entre grandes séries e grandes atuações, mas sempre tem aqueles que merecem um destaque.

Uma das melhores coisas sobre o especial de Natal de Sense8, lançado na sexta-feira (23) na Netflix, é que fomos todos lembrados do poder que o elenco reunido pelas Wachowski na série tem de emocionar e nos conectar com os personagens. Graças a natureza dos temas da série, Sense8 funciona melhor olhando para o todo do que para os particulares de cada protagonista, e a força de seu elenco, junto, é maior do que a intensidade que eles trazem por si sós.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

No entanto, um dos maiores prazeres do especial para este que vos fala foi reencontrar a atuação espetacularmente sensível de Doona Bae no papel de Sun Bak, a ex-empresária sul-coreana que foi trapaceada por seu irmão e jogada na cadeia sem cerimônia. Nas mãos de outra atriz (e de outros roteiristas), Sun seria o estereótipo da vítima de um sistema machista, mas é na força de corpo e espírito da personagem que Doona Bae encontra seu triunfo.

Sua Sun é vívida, alerta para as belezas mais simples e as mais espetaculares da vida; é uma parte integral do grupo de sensates, demonstrando empatia e provendo conselho valioso; é exemplarmente raivosa e espetacularmente agressiva, como só uma mulher esmagada pelo sistema conseguiria (e deveria) ser; pode não ser o coração de Sense8 (esse posto provavelmente pertence a Riley), mas é o centro nervoso.

É da atuação de Bae que nascem os estímulos e reflexões que as Wachowski fazem em seu roteiro e direção, e é para ela que esses estímulos retornam. Não acontece muito com Sun durante o especial de Natal de Sense8, mas mesmo assim ela parece parte fundamental da história, e Bae ilumina cada cena em que está com a vivacidade e a emoção à flor da pele que traduz as mil complexidades de uma personagem feminina exemplarmente construída.

Quando a segunda temporada chegar no dia 5 de maio, com certeza veremos muito mais do talento sem precedentes de Bae e de seu retrato inesquecível de Sun – mas foi um presente de Natal e tanto se lembrar de cada detalhe e sutileza desse retrato antes do ano acabar.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio