Eu sempre gostei da carinha da Jennifer Aniston, a ex senhora Pitt estava sempre nos seus momentos de conforto em seus papéis no cinema e na série de comédia Friends, seus filmes, quase sempre, são aquelas comediazinhas que não fazem mal a ninguém, mas que também se esquecem assim que os letreiros começam a subir, e eis que surge o drama Cake – Uma Razão Para Viver para tentar fazer a diferença em sua carreira de filminhos esquecíveis. Mas Cake é inesquecível? Não, mas já foi um ótimo começo e um grande salto para a senhora Aniston se enveredar por outras paisagens e sair da sua zona de conforto.

Em Cake, Claire passa os seus dias com dores crônicas e se entupindo de remédios depois que sofre um acidente que causou a morte de seu pequeno filho (só isso já é um dramão), e participa de um grupo de apoio em que fica muito abatida com o suicídio de uma dos componentes desse grupo vivida pela lindinha da Anna Kendrick (que adoro) que deixa marido e filho. Claire vai atrás do viúvo para tentar entender o porquê desse suicídio e no meio disso tem a sua fiel escudeira Silvana, que é sua empregada e quase mãe, ou até sua melhor amiga. E taí uma das melhores coisas do filme que é a cumplicidade entre patroa e empregada, Jennifer Aniston e Adriana Barraza funcionam bem demais quando estão juntas, pois é muito perceptível o querer bem uma da outra, seus diálogos sempre causam uma emoção advinda de pessoas que se amam, onde o elo empregatício é apenas um detalhe, pois o que está em pauta entre as duas é esse elo que as ligam fazendo delas pessoas críveis, verdadeiras e emocionais.

Mas o filme peca por alguns percalços, principalmente ao tentar atirar para todos os lados da emoção, onde as aparições da suicida de Kendrick estão entre os maiores problemas, pois as duas não eram tão íntimas para essa ligação e outra, Kendrick é muito “viva” para ser morta, não convence. Enfim, Cake está ali para provar que Jennifer Aniston, descabelada, sem maquiagem embelezadora, com cicatrizes e meio deprê, pode fazer outros papéis e, quem sabe, agora poderá dar uma guinada em sua carreira mostrando a sua versatilidade. Assim espero.


Minha Nota: 7/10

Por Vavá Pereira
www.facebook.com/vava.pereira.79