Mais do que você gosta.

Publicidade

Amor do Campo

Crítica – Um Brinde ao Natal: Luzes da Cidade

Continuação da rom-com natalina Netflix do ano passado avança com a história, sem propor nada diferente mais uma vez

Publicado por Aléxis Perri

16/12/2021 20:38

A Netflix adora quando algumas de suas comédias românticas, sejam estas natalinas ou não, pegam uma boa parte do público de jeito, sabe?!

Tudo depende do sucesso e popularidade do projeto original, se o primeiro dá certo, já encaminham mais duas partes para formar uma trilogia do amor. Temos alguns exemplos: Para Todos os Garotos que Já Amei, A Barraca do Beijo, O Príncipe do Natal e A Princesa e a Plebeia.

Continua depois da publicidade

Agora, podem adicionar Um Brinde ao Natal à esta lista, que lançou sua primeira parte ano passado, trazendo a continuação Um Brinde ao Natal: Luzes da Cidade, que também já está disponível na plataforma de streaming Netflix.

A história segue Callie (Lauren Swickard) e Joseph (Josh Swickard) praticamente um ano depois de se apaixonarem, agora estão administrando uma fazenda de laticínios, além de uma vinícola. No entanto, negócios e obrigações familiares ameaçam seu relacionamento quando Joseph é chamado de volta à cidade. Será que o amor puro do campo irá sobreviver as tentações da cidade grande?

Mais do mesmo

Não é a primeira vez e nem será a última que teremos materiais deste tipo sendo produzidos pela Netflix, que não se acanha e já lança uns dez filmes, mais algumas séries natalinas, em um período de apenas dois meses. Praticamente soterrando seus assinantes com as festividades de Natal, geralmente acompanhadas de um tanto de romance que só se vê em filmes hollywoodianos.

Sempre temos aqueles que amam a época do Natal e tudo que envolve esta data. Para estes, produções como Um Brinde ao Natal: Luzes da Cidade representam mais um motivo para se acomodarem no sofá da sala e curtir uma historinha que já sabe de cor e salteado como vai terminar, mesmo assim assistem pelo tipo de conforto que narrativas como esta oferecem, frequentemente cheias de esperança de que os objetivos projetados serão alcançados, além de estarem sempre rodeados daqueles que tanto amam.

Existem algumas raras exceções no meio desse bolo, porém na maioria das vezes temos o “bom e velho” mais do mesmo, que irradia nossas telas com alegria e sorrisos normalmente vistos nos comerciais de televisão que vendem quaisquer tipos de produtos associados ao dia de São Nicolau.

Então fica fácil afirmar que trabalhos como Um Brinde ao Natal: Luzes da Cidade, naturalmente, estão mais próximos da publicidade do que uma narrativa fílmica.

Lado positivo

Se na abordagem do casal principal da trama, que também são casados na vida real, temos uma narrativa bem mais flácida, pelo menos existe um outro par romântico nesta produção original Netflix que vale (um pouco) mais a pena acompanhar com certo gosto: Manny e Brandy, interpretados pelos atores David Del Rio e Raquel Dominguez, respectivamente.

É por eles que encontramos algo mais humano e mais bem-humorado, especialmente David Del Rio, que pôde mostrar alguns dotes cômicos em mais de uma cena.

Mesmo com os poucos momentos dramáticos que o roteiro escrito pela protagonista Lauren Swickard oferece ao coadjuvante Del Rio, já foi possível perceber que o ator dispõe de talento, além de considerável carisma para mover o assinante da plataforma Netflix que é fã mais assíduo de histórias natalinas.

Conclusão

Bom que já tenham conhecimento que teremos uma terceira parte colando no fim do próximo ano, provavelmente fechando o ciclo desta série de filmes originais Netflix.

Quase certamente assistiremos mais uma obra protocolar com a sequência de Um Brinde ao Natal: Luzes da Cidade, pois é exatamente isso que a Netflix quer com estas produções: fidelizar um público entregando justamente o que este mesmo tanto quer ver… de novo… de novo… vez após vez.

Publicidade