Surgiram novos detalhes sobre a conturbada separação de Johnny Depp e Amber Heard, que culminou com pedido de divórcio e acusação de violência doméstica.

A atriz chegou a pedir uma ordem judicial para impedir Depp de chegar perto dela novamente. “Eu tenho muito medo de Johnny e temo por minha segurança”, justificou Heard nos documentos apresentados em uma corte de Los Angeles.

Ainda segundo ela, seu relacionamento com Johnny Depp tinha “muitas oscilações, dependendo da interação dele com álcool e drogas”. “Ele tem pavio curto. Ele frequentemente era paranóico e seu temperamento é excepcionalmente assustador”, acrescentou a ex do astro de Hollywood.


Em um dos relatos, Heard afirma que, durante uma discussão sobre a ausência de Depp da sua festa de aniversário, ele atirou uma garrafa de champanhe na parede e também um copo de vinho nela e no chão. “Johnny estava gritando e me ameaçando, me desafiando a ficar de pé. Após vários minutos, ele saiu furioso do condomínio, quebrando quase tudo pelo caminho. Depois disso, fiquei um mês sem ver ele”.

Amber Heard apareceu na primeira audiência do divórcio com um hematoma no rosto, e trouxe com sua advogada diversas fotos que provavam o abuso doméstico cometido por Depp. Veja uma delas mais abaixo.

Os dois recentemente entraram em processo de divórcio, apenas 15 meses depois de se casarem.