Amy Schumer revela que sua primeira relação sexual não foi consensual

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Famosa por suas piadas de cunho sexual, Amy Schumer dessa vez falou sério. Em entrevista à revista americana Marie Claire, a comediante abriu o jogo sobre sua primeira relação sexual, aos 17 anos, revelando que não foi consensual.

“Minha primeira experiência sexual não foi muito boa”, confessou Schumer, acrescentando que só entendeu o acontecido até revisitar a experiência lendo seus antigos diários, como parte da pesquisa para seu livro de memórias.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Eu não pensava sobre o assunto até ter começado a ler meus diários novamente. Quando aconteceu, eu escrevi sobre isso sem dar importância. Então eu me lembrei e dei conta de que ele estava dentro de mim dizendo, ‘Sinto muito’ e ‘Eu não acredito que fiz isso’”.

Apesar da experiência traumática, Amy Schumer explicou que o homem não faz mais parte de sua vida e que ela não sente a necessidade de puní-lo.

“Foi há 17 anos. Tem tantos fatores envolvidos”, ponderou. Infelizmente, não foi a única vez que a atriz de 35 anos passou por isso:

“Aconteceu outra vez com um namorado em que eu dizia, ‘Não, pare’, e ele me ignorou completamente”.

Amy Schumer diz ainda que não se considera uma vítima, mas repudia a cultura de se culpar a mulher em situações como essa. “Sabe, com uma sobrevivente de estupro não é questão de vergonha, é fúria. As pessoas ficam furiosas se você não for a vítima perfeita”, opinou.

“The Girl With the Lower Back Tattoo”, o livro de memórias de Amy Schumer, será lançado em 16 de agosto nos EUA.

Nesta quinta-feira (14), Schumer foi indicada a 4 Emmys, concorrendo em duas categorias com seu programa humorístico Inside Amy Schumer.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio