Chefe de emissora americana é acusado de assediar ao menos sete jornalistas

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Roger Ailes, 76 anos, é atualmente o chefão da Fox News, emissora vista por muitos nos EUA como injustamente tendenciosa e apoiadora do partido republicano. Ailes no momento está sob fogo na imprensa por ter sido acusado por pelo menos sete mulheres jornalistas de assédio sexual.

A primeira a quebrar o silêncio foi Gretchen Carlson, uma das âncoras do canal, que recentemente anunciou sua saída. Depois dela, um artigo na New York Magazine revelou que mais seis empregadas da emissora tem histórias de abuso sexual envolvendo Ailes, que ameaçou acabar com suas carreiras caso algo “vazasse” para a imprensa.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Johnny Depp é assustador e eu temo por minha vida”, diz Amber Heard

Das seis mulheres entrevistadas pela New York Magazine, só duas permitiram que seus nomes fossem impressos: uma delas é Kellie Boyle, que se lembrou de um caso de 1989. “Ele me disse que se eu quisesse trabalhar com os peixes grandes, teria que me deitar com os peixes grandes. Eu me assustei tanto. Perguntei para ele como isso funcionava, e ele começou a listar todas as mulheres que ele conseguiu dessa forma”, contou Boyle.

Carlson, que apresentava o programa Fox & Friends na emissora, incluiu no seu processo que Ailes injustamente colocou travas em sua carreira quando ela rejeitou os avanços sexuais do executivo. Já Ailes diz, em uma declaração oficial, que as acusações de Carlson são retaliação pela Fox News não ter renovado seu contrato, algo que aconteceu por conta de “má audiência”, segundo Ailes.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio