Ator de clássico sobre maconha quer perdão de Obama após prisão

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O ator Tommy Chong, da clássica comédia sobre maconha Queimando Tudo (1978), quer o perdão presidencial de Barack Obama por um delito pelo qual foi condenado em 2003. A fim de limpar sua ficha, o ator dispara: “Os tempos mudaram”.

Em 2003, Chong foi condenado por vender cigarros de maconha em outros estados que não o seu, onde a droga já era legalizada. O ator aposta na generosidade de Obama, que já perdoou mais de 500 criminosos de delitos menores nos EUA em seus oito anos na presidência.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

High Maintenance | Série sobre maconha da HBO terá sexo gay e atriz drag queen

“Eu acho que tenho uma boa chance, porque ele já admitiu que fumou maconha. Eu fui uma prisão de celebridade, só isso. Eles queriam mostrar serviço. Nos perguntaram que vendíamos baseado, e quando disse que sim me prenderam”, comentou Chong. “Não guardo mágoas, mas adoraria limpar minha ficha”.

Chong começou uma petição a fim de conseguir o perdão antes da saída de Obama da presidência, no final do ano – por enquanto, ele tem mais de 12.000 assinaturas. Assine aqui.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio