Marilyn Manson diz que “Johnny Depp foi injustamente crucificado” em divórcio

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Marilyn Manson saiu em defesa do amigo de longa data, Johnny Depp, após seu turbulento divórcio com Amber Heard, acompanhado de acusações de violência doméstica.

Em entrevista ao The Daily Beast, o roqueiro disse que Depp foi “injustamente crucificado” durante o processo: “Johnny é uma das pessoas mais legais que eu conheço – chega a partir o coração como ele é gentil com seus amigos e todos a seu redor. Eu sei que ele foi totalmente e injustamente crucificado”, afirmou Manson.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Eu estou do lado dele para qualquer coisa”, continuou. “Como meu amigo, eu sei que ele está lidando com isso da melhor maneira possível e ele é um grande pai e uma grande pessoa também. É claro que eu acho que tudo isso [que falaram sobre Depp] é uma grande besteira”, completou.

Salem | Marilyn Manson engole sanguessuga em trailer nojento da 3ª temporada

Johnny Depp e Amber Heard recentemente fecharam acordo para encerrar o processo por violência doméstica movido contra o ator. Heard recebeu US$ 7 milhões de dólares pelo acordo e resolveu doar todo o dinheiro para instituições de caridade.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio