James Franco é processado por agredir fotógrafo em show

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

James Franco foi processado pelo fotógrafo David Tonnessen, que afirma que o ator o agrediu em um concerto da Lana Del Rey, em outubro de 2014.

Em um processo aberto em Los Angeles Monday, Tonnessen disse que estava tirando fotos da cantora durante o show, no Hollywood Forever Cemetery, quando ouviu um barulho atrás dele. Quando Tonnessen se virou para ver de onde o barulho estava vindo, ele viu o ator.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Nas acusações registradas, Tonnessen afirma que Franco se aproximou dele “com um sorriso demoníaco” e “uma expressão de alegria no rosto” antes de lhe dar uma cabeçada no estômago. O profissional ainda disse que, logo depois da agressão, Franco o derrubou no chão e correu para o meio da multidão.

Rapper acusa Russell Crowe de agressão e racismo: “Ele me estrangulou”

Tonnessen diz que seus ferimentos necessitaram de hospitalização, e ele sofreu “lesões físicas e psicológicas graves e permanentes.”

Ele está processando Franco pelo ataque, agressão e imposição intencional de sofrimento emocional, e busca danos monetários e punitivos. O ator ainda não se pronunciou sobre o assunto.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio