Pai de Charlie Sheen sobre Trump: “Deus nos perdoe, elegemos um tirano”

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O presidente eleito Donald Trump não tem a aprovação de Martin Sheen. O ator, que deu vida ao fictício presidente democrata Jed Bartlet em The West Wing, falou sobre Donald Trump em uma entrevista com Entertainment Weekly sobre o seu novo filme, Anne of Green Gables.

“Você vai conseguir muito mais do que você dá se sair fora de sua zona de conforto e acolher alguém que não tem outro lugar para ir”, disse Sheen  sobre a mensagem do filme, que captura a história de Anne Shirley (Ella Ballentine), uma órfã abrigada pelos irmãos mais velhos, Marilla (Sara Botsford) e Matthew Cuthbert (Sheen). “Isso ressoa hoje, e é muito importante para nós ouvir a história da inclusão, porque Deus nos perdoe, mas acabamos de eleger um tirano”.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Sheen já comentou sobre as atitudes de Trump antes, chamando-o de “idiota de cabeça vazia”. Ele também apareceu na campanha anti-Trump de Joss Whedon e apoiou a candidatura de Hilary Clinton com o elenco de West Wing.

Olhar Geek #21 | Como a ficção pode nos ajudar a entender a eleição de Donald Trump

“Esse cara vai ser fiel à sua palavra, e ele está trazendo todas essas pessoas que se alimentam da mesma coisa”, disse Sheen dos relatórios sobre o governo Trump, que está sendo formado por uma equipe de transição liderada pelo vice-presidente eleito Mike Pence. “Vai ser um tempo muito, muito tenso. Duas das questões que mais me preocupam são o aquecimento global, que esses caras estão negando, e a questão da imigração.”

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio