Colton Haynes, de Arrow, revela luta contra a depressão: “Era viciado em remédios”

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Colton Haynes, o Arsenal da série Arrow, dividiu com a revista Paper duas entradas de seu diário pessoal, para mostrar como sua batalha contra a depressão evoluiu entre 2014 e 2016.

A primeira entrada é datada de 2 de novembro de 2014: “Eu honestamente acordo após cinco horas de sono completamente sem sono. Deve ser pela garrafa de vinho inteira que eu tomei antes de dormir, ou os remédios. Eu estou experimentando formigamentos e falta de circulação nos pés e nas mãos porque estou viciado nesses remédios há algum tempo”, escreveu o ator.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Eu nem percebo que fico cinco horas sentado no mesmo lugar, sem nada para criar, nada para me focar. Sou um vampiro. Uma concha vazia. Desejo ser o antigo Colton, o cara que gostava de sair com os amigos e conversar com todo mundo. Estou tão fechado do mundo que não consigo aparecer em público”, escreveu ainda na mesma entrada do diário.

Colton Haynes dança com Britney Spears em vídeo

O segundo trecho enviado por Haynes mostra como se assumir gay publicamente e lidar com a questão da depressão melhorou seu estado: “Eu sempre olho para fotos antigas procurando rever aquela memória, mas finalmente percebi que não posso fazer isso. Estou em uma posição em que posso dizer que sou o mais feliz que já fui na minha vida. Eu consegui tanta coisa com tão pouco. Eu tomei controle da minha vida e ninguém vai me silenciar de novo”, escreveu.

“Eu sou finalmente livre, bem-sucedido, independente… mas, acima de tudo, vocal sobre as coisas com as quais me importo”, conclui.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio