Debbie Reynolds escreveu em autobiografia que seu maior medo era presenciar morte de Carrie Fisher

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Debbie Reynolds escreveu em sua autobiografia que seu maior medo era presenciar a morte da filha Carrie Fisher. “Não sei se poderia sobreviver a isso”, afirmou a atriz no livro Unsinkable, publicado em 2013.

Em um trecho do livro, Reynolds fala sobre o medo que desenvolveu após ver vários de seus colegas de profissão perderem os filhos por conta de problemas com drogas e álcool. “Não é natural viver mais do que um filho e esse sempre foi o meu maior medo. Não sei se poderia sobreviver a isso”, escreveu a atriz.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Reynolds morreu devido a um derrame, aos 84 anos, um dia após à morte de sua filha, intérprete da Princesa Leia nos filmes da saga Star Wars. A atriz foi um grande ícone de Hollywood com participações em produções como Cantando na Chuva e A Conquista do Oeste.

Os 10 maiores papéis de Debbie Reynolds no cinema

A imprensa internacional afirma que Debbie e Carrie serão enterradas no mesmo jazigo. A morte das atrizes aconteceu em um momento de paz entre as duas, que passaram pelo menos 10 anos sem se falarem, devido aos problemas de Fisher com álcool e drogas.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio