Jim Carrey processa mãe de ex-namorada que cometeu suicídio

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O astro Jim Carrey está revidando o processo da mãe de sua ex-namorada Cathriona White, que o culpa pelo suicídio da filha em 28 de setembro de 2015.

Brigid Sweetman acusou Carrey de abuso psicológico contra White, mesmo sabendo que ela sofria de problemas mentais, e também de transmitir “três DSTs” para a sua filha propositalmente.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Aleister Arcane | Jim Carrey e Eli Roth juntos para adaptar HQ de terror

No contra-processo arquivado por Carrey, ele clama que as acusações são “infundadas, irrelevantes e mentirosas”, e chama a ação de Sweetman de “uma empreitada oportunista por dinheiro”.

O ator conta no documento oficial que conheceu White em 2012, durante um show do Guns N’ Roses, e manteve um relacionamento com ela até a metade de 2013, quando se separaram após White acusar Carrey de lhe transmitir DSTs.

A maquiadora procurou o ator novamente no ano seguinte, pedindo desculpas pelas acusações, e Carrey diz que os dois permaneceram juntos até sua morte em 2015.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio