Johnny Depp se recusa a pagar R$ 22 milhões depois de comentários da ex sobre violência doméstica

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Johnny Depp interrompeu o pagamento do acordo de divórcio com a atriz Amber Heard, no valor equivalente a 22,6 milhões de reais. O ator estaria furioso com a ex-esposa após ela fazer uma série de comentários sobre violência doméstica na mais recente edição da revista Porter.

O jornal britânico Daily Mail teve acesso a um documento produzido pelos advogados de Heard no qual são listados todos os atrasos e falhas de Depp no cumprimento dos acordos. Além de não ter pago o valor citado, o ator também está atrasando em cumprir a promessa de estipular uma data de venda da antiga residência do casal e teria faltado a encontros com Heard e seus advogados que determinariam a partilha de seus bens.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Johnny Depp está trapaceando para perder menos dinheiro, acusa Amber Heard

Fontes próximas a Depp afirmaram ao jornal que ele e seus advogados interpretaram os comentários de Heard à revista como quebra do acordo de confidencialidade assinados pelos dois. Recentemente, a atriz compartilhou um vídeo sobre violência doméstica.

Heard e Depp estiveram casados entre 2015 e 2016. Em maio deste ano, os dois anunciaram o término e Heard revelou uma série de fotos expondo seus ferimentos e hematomas em decorrência de agressões domésticas cometidas pelo ator.

 

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio