Mãe de Steven Spielberg morre aos 97 anos

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Leah Adler, a mãe de Steven Spielberg, morreu aos 97 anos nesta terça-feira (21), em sua casa em Los Angeles, cercada pelos filhos. As informações foram divulgadas pela Variety.

Adler, conhecida como Lee Lee entre amigos e família, comandava um restaurante, The Milky Way, em Los Angeles, e também desenvolveu um amor pela música quando aprendeu a tocar piano aos cinco anos, tendo estudado mais tarde no conservatório da música de Cincinnati, lugar onde nasceu.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em 1945, ela se casou com Arnold Meyer Spielberg e juntos tiveram quatro filhos – Steven, Anne, Sue e Nancy. O trabalho de Arnold como engenheiro elétrico manteve a família em movimento de Cincinnati para Haddenfield, NJ, onde viveram sete anos antes de se mudarem para Phoenix em 1957, onde Adler frequentemente tocava solos de piano e possuía uma galeria de arte, tornando-se conhecida em toda a cidade como “A senhora com o corte de cabelo de Peter Pan”.

Em 1964, a família se mudou para Los Gatos, Califórnia, e viveu lá por dois anos. Depois de se divorciar de Arnold, Leah Adler voltou para Scottsdale, Arizona, onde se casou com Bernie Adler em 1967. Eles finalmente se mudaram para Los Angeles, onde abriram um restaurante kosher chamado A Via Láctea.

Em entrevista ao 60 Minutes, a mãe de Spielberg disse que o cineasta “dirigia a família” e lembrou da briga dele contra os vizinhos anti-semitas: “Vivíamos em um bairro não-judeu. Essas pessoas costumavam cantar, ‘Os Spielberg são judeus sujos’”.

Além dos 4 filhos, ela deixa 11 netos e 5 bisnetos.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio