Mary-Kate e Ashley Olsen são condenadas a pagar quase meio milhão de reais para ex-estagiários

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Mary-Kate e Ashley Olsen foram condenadas a pagar US$ 140 mil (cerca de 442 mil reais) para ex-estagiários que alegaram não terem sido pagos para suas funções, de acordo com documentos do Tribunal Federal de Manhattan, obtidos pelo New York Daily News.

O império da moda das ex-estrelas de Três é Demais, a empresa Dualstar Entertainment, foi processado por estagiários que alegaram que deveriam ter recebido o salário mínimo mais horas extras, porque estavam fazendo o mesmo trabalho que seus colegas remunerados, mas sem compensação financeira.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A autora principal do processo, Shahista Lalani, alega que registrou 50 horas por semana de trabalho de maio de 2012 a setembro de 2012, mas não ganhou nenhum tostão por isso.

As responsabilidades de Lalani incluíam inserir dados em planilhas, fazer relatórios técnicos, passar recados pessoais para funcionários remunerados, organizar materiais, fazer limpeza, fotocópia e costura.

Um pagamento de 530 dólares deve ser concedido a cada um dos 185 estagiários nomeados no caso.

De acordo com a Forbes, as gêmeas Olsen têm um patrimônio líquido de cerca de US$ 100 milhões.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio