Jared Leto revela que quase morreu recentemente enquanto praticava alpinismo

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Eu não mergulho mais no abismo levianamente”, disse Jared Leto, que já venceu um Oscar de melhor ator coadjuvante, à London Evening Stardard. O artista se referia ao abandono de estimulantes e outras drogas e à adoção de uma dieta saudável.

Nesse contexto, uma das atividades que tem ajudado o ator é o alpinismo. Leto é conhecido pela intensidade e entrega com que mergulha nos papeis. Nesse aspecto, ele compara as duas atividades: “… (na interpretação) eu estou disposto a cruzar o limite e entrar naquele lugar desconfortável de desequilíbrio, onde eu não entendo o que acontecerá em seguida (…). É a mesma coisa com o alpinismo”.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“O ato de escalar é uma conversa profunda e introspectiva consigo mesmo sobre as suas limitações e sua habilidade. Há muito sucesso e falha envolvidos. Eu quase morri recentemente”, revelou o ator.

Ele falou também sobre os benefícios para o equilíbrio mental que o esporte pode trazer, relembrando um momento em que estava em Yosemite, na Califórnia, a mais de 900 metros de altura. “Eu lembro de ter uma conversa muito direta comigo mesmo sobre a ineficiência de perder minha consciência. Sobre como isso é importante para a sobrevivência. Eu deveria ficar calmo o quanto eu conseguisse”.

Recentemente, Leto encarou o desafio de interpretar o Coringa em Esquadrão Suicida (2016). Seu próximo filme a chegar aos cinemas será Blade Runner 2049, que estreia em outubro deste ano.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio