Miley Cyrus passa por saia justa ao criticar Trump e grife Dolce & Gabanna

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A cantora Miley Cyrus passou por uma verdadeira saia justa ao ataca o estilista Stefano Gabanna, dono da grife Dolce & Gabanna.

A cantora compartilhou uma foto em seu Instagram mostrando seu irmão Braison Cyrus desfilando com marca italiana. Ela agradeceu à marca por dar espaço ao seu irmão, mas não deixou de criticar a proximidade dos italianos com a família Trump.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Dolce & Gabanna, eu discordo fortemente de suas política… Mas eu celebro o empenho de sua empresa em dar espaço a novos artistas!”, escreveu Miley.

Logo após, Stefano Gabanna comentou no post da cantora que por conta da atitude dela, eles jamais vão voltar a trabalhar com o irmão dela.

“Pelo seu comentário estúpido, jamais voltaremos a trabalhar com ele”, comentou Gabanna.

O estilista não parou por aí e republicou a foto da cantora dizendo que ele não se importa com política, e sim com a moda.

“Nós somos italianos e não nos importamos em relação à política, muito menos em relação à dos Estados Unidos. Fazemos vestidos e se você quer fazer política com um post, é muito ignorante. Não precisamos de seus posts ou comentários, da próxima vez nos ignore!!”, escreveu ele.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio