Mel Gibson coloca à venda mansão medieval com crucifixos, vitrais e imagens religiosas

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Mel Gibson, diretor do polêmico filme A Paixão de Cristo, resolveu por à venda sua mansão em Malibu, avaliada em US% 21,3 milhões (cerca de R$ 67,22 milhões). O local chama atenção por todo seus tema religioso. Construída em 1996, a propriedade conta com diversos crucifixos, rosários, vitrais e imagens religiosas.

A residência conta com cinco quartos e já foi de um casal famoso antes de Gibson a adquirir: David Duchovny, o eterno agente Fox Molder de Arquivo X, e sua ex-esposa Tea Leoni. Mel Gibson comprou o local em 2008 por 11,5 milhões de dólares, quatro anos depois de ter lançado o filme A Paixão de Cristo.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A venda do local coincide com um novo momento da carreira do ator e diretor. Depois de passar alguns anos longe do cinema e se envolvendo em diversas polêmicas envolvendo declarações antissemitas e seu alcoolismo, aos 61 anos, o astro retomou sua carreira como diretor em Até o Último Homem, e como ator em Herança Maldita.

Confira as imagens da mansão medieval:

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio