Dois nomes de peso de juntaram ao grupo de mulheres acusando o produtor Harvey Weinstein se assédio sexual. A segunda parte da reportagem do The New York Times sobre o caso, publicada nessa terça (10), inclui relatos de Gwyneth Paltrow e Angelina Jolie.

“Eu fiquei petrificada quando ele começou a avançar sobre mim. Tinha apenas 22 anos, não sabia o que fazer”, disse Paltrow sobre o momento em que assinou contrato com Weinstein para estrelar o filme Emma (1996).

“Eu tive uma má experiência com Harvey Weinstein em minha juventude, e como resultado escolhi nunca mais trabalhar com ele de novo, e avisar outras mulheres que pretendiam fazê-lo”, contou, por sua vez, Jolie. “Esse comportamento em direção às mulheres em qualquer área de atuação é inaceitável”.


Outras estrelas que acusaram Weinstein se avanços sexuais inapropriados incluem Asia Argento (Triplo X), Ashley Judd (Divergente), Mira Sorvino (Poderosa Afrodite) e Rose McGowan (Charmed) – Argento e Sorvino acusam Weinstein de estupro.