Quentin Tarantino revelou essa semana em matéria publicada pelo The New York Times que conhecia o comportamento de Harvey Weinstein e sabia que o produtor já havia assediado sexualmente mulheres da indústria.

Algumas pessoas aplaudiram a honestidade do diretor, porém, houve aqueles que não gostaram nada da revelação. Foi o caso do apresentador de TV, Anthony Bourdain, que criticou o diretor e sua relação de cumplicidade com Weinstein.

“Isto [o comportamento de Weinstein], poderia ter destruído tudo que nós fazemos de bom, tudo que nos faz feliz, nossa qualidade de vida. Seria um compromisso letal, um veneno de ação lenta que corromperia nossas almas ate ficarmos como Quentin Tarantino, vivendo uma vida de cumplicidade, compromisso e vergonha” disse Bourdain durante o evento do Producers Guild of America’s Produced By em Nova York, nesta manhã.


Vale destacar que algum tempo atrás, Tarantino disse ter ficado chocado com as revelações sobre Weinstein, sem ter esclarecido que ele já sabia do comportamento do amigo.