A atriz Rose McGowan, conhecida por seus papeis na série Charmed e em Planeta Terror, de Robert Rodriguez, acusou via Twitter o diretor da Amazon, Jeff Bezos, de ser “cúmplice” do produtor Harvey Weinstein.

Weinstein foi acusado por mais de 20 mulheres de assédio sexual e, no caso de McGowan e mais uma atriz, estupro. Agora, a atriz diz que contou a Bezos o acontecido e o CEO se recusou a agir.

“Eu disse ao diretor de seu estúdio que Harvey Weinstein me estuprou. Disse que foram várias vezes, repeti minhas reclamações muitas vezes. Ele me disse que eu não tinha provas. Eu disse que eu era a prova”, escreveu.


“Eu vendi um roteiro meu ao seu estúdio e vocês estavam desenvolvendo o projeto. Foi quando soube que vocês estavam trabalhando para acobertar Weinstein. Eu implorei ao diretor do estúdio para fazer algo sobre isso, mas ele me ignorou. O acordo foi feito, e a Amazon ganhou um Oscar”, escreveu ainda.

“Eu liguei para o meu advogado, porque queria retirar meu roteiro das mãos de vocês. Antes que eu pudesse fazer isso, o produtor me ligou e disse que o projeto havia sido cancelado”, disse.

“Jeff Bezos, quero que você pare de fundar estupradores, pedófilos e assediadores. Eu amo a Amazon, mas há podridão em Hollywood. Seja a mudança que você quer ver no mundo. Tome uma atitude verdadeira”, incentivou ainda.