Após declarações de nomes famosos como Angelina Jolie, Gwyneth Paltrow, Asia Argento, Ashley Judd, Rose McGowan e Mira Sorvino, mais uma atriz conhecida se juntou ao grupo de mulheres que acusa o produtor Harvey Weinstein de assédio sexual.

Trata-se de Cara Delevingne, a Magia de Esquadrão Suicida, conta que foi a uma reunião em um hotel que teria sido arranjada para que atriz e produtor acertassem novos projetos após a colaboração no filme Amor & Tulipas.

No entanto, quanto Delevingne chegou ao hotel, Weinstein pediu que ela subisse ao seu quarto. “Lá, havia uma outra mulher nos esperando. Ele pediu para que a gente se beijasse, e ela começou a avançar em cima de mim. Eu me levantei e rapidamente inventei algum motivo para sair do quarto”, disse.


“Ele me acompanhou até a porta e ficou na minha frente, pedindo que eu o beijasse antes de sair. Eu dei um jeito de sair do quarto”, contou ainda.