A modelo e atriz Cara Delevingne, conhecida no cinema por seu papel em Esquadrão Suicida, falou ao programa de TV This Morning, na Inglaterra, sobre sua luta contra a depressão.

Delevingne divulga seu primeiro livro de ficção, intitulado Mirror Mirror, que ainda não está disponível no Brasil.

“Para mim, o que ajudou foi descobrir que não deveria me sentir envergonhada dos meus sentimentos, e que eu não estava sozinha no mundo”, contou Delevingne. “Todo mundo passa por coisas ruins, e ser vulnerável é uma força, e não uma fraqueza”.


“Eu acho, cada vez mais, que a saúde mental é algo muito importante para conversarmos. É a mesma coisa de estar fisicamente doente, quando você mantem essas coisas dentro de si e não as libera. Eu tive momentos em que quis morrer”, disse ainda.