Estrela de Blade Runner, Sean Young acusa Harvey Weinstein e Warren Beatty de assédio sexual

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Sean Young se juntou às mulheres de Hollywood que botaram a boca no trombone sobre o assédio sexual na indústria, acusando tanto o produtor Harvey Weinstein (citado por outras 40 mulheres ou mais) quanto o diretor e ator Warren Beatty.

“Eu fiz um filme com Harvey Weinstein chamado Crimes de Amor [1992], que acabou não sendo um bom filme”, disse Young à rádio KLBJ. “Eu passei pela experiência de vê-lo colocar o seu você-sabe-o-quê para fora das calças na minha frente. Minha resposta foi ficar muito calma e dizer: ‘Sabe, Harvey, eu acho que você não deveria ter me mostrado isso. Não é muito bonito’, e então ir embora”.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Weinstein foi acusado por mulheres como Rose McGowan, Mira Sorvino, Angelina Jolie, Asia Argento, Lupina Nyong’o, Gwyneth Paltrow e muitas outras de assédio sexual ou estupro.

No entanto, Young contou que outro astro de Hollywood também teve conduta inapropriada com ela – Warren Beatty, a lenda do cinema conhecida por seu papel em Bonnie & Clyde -, e que a estrela Barbra Streisand ajudou a acobertar o acontecido.

“Agora, eis aqui uma história estranha. Eu fiz um teste de elenco para O Espelho tem Duas Faces [1996], com Barbra Streisand, e ela me disse: ‘Eu achei nojento que você foi até a imprensa com suas acusações contra Warren’”, contou Young.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio