Após a enxurrada de acusações de assédio e abuso sexual contra Harvey Weinstein, o irmão do produtor e parceiro na empresa The Weinstein Company, também está sob fogo cerrado.

A acusação de assédio vem de Amanda Segel, produtora da série O Nevoeiro, baseada em Stephen King. Segundo Segel, Bob Weinstein a convidou para uma série de jantares e fez avanços sexuais em sua direção – o assédio continuou por meses até Segel acionar um advogado, que ligou para a Weinstein Company e informou que Segel deixaria o projeto de O Nevoeiro se o padrão se repetisse mais uma vez.

“Dizer ‘não’ uma vez precisa ser o bastante”, contou Segel à Variety. “Depois do primeiro ‘não’, qualquer pessoa que tentou te chamar para sair ou tentou fazer avanços sexuais deveria seguir em frente. Bob dizia que só queria minha amizade. Ele não queria amizade”.


Os advogados de Weinstein já retrucaram a acusação em declaração oficial: “Bob Weinstein jantou com a Sra. Segel em Los Angeles em junho de 2016. Ele nega qualquer acusação de que ele se comportou inapropriadamente no jantar ou depois dele”.