A atriz Lupita Nyong’o se juntou ao grupo de mais de 40 mulheres que revelaram ter sido vítimas de assédio sexual do produtor Harvey Weinstein.

A vencedora do Oscar de 34 anos publicou um longo relato no The New York Times revelando investidas constantes do empresário desde sua época de estudante na Yale School of Drama.

Segundo o texto, em determinado momento, durante uma visita a negócios de Lupita à casa do executivo, ele pediu para massagear suas costas, mas ela achou mais seguro se oferecer para massageá-lo. “Eu poderia estar no controle fisicamente e saberia exatamente onde suas mãos estariam”, explica.


No entanto, Lupita relata que não demorou para Weinstein afirmar que gostaria de tirar suas calças, o que a deixou ainda mais amedrontada. “Fui em direção à porta dizendo que não estava confortável e ele insistiu, me chamando de teimosa, e eu ri. Eu estava no território dele, com todos seus funcionários e familiares em uma sala de cinema interna à prova de som”, conta a atriz.