Harvey Weinstein, um dos produtores mais famosos da indústria cinematográfica mundial, foi recentemente expulso da sua própria empresa, que fundou com seu irmão, a Weinstein’s Company. O conselhos dos diretores organizou uma votação há algumas horas, que resultou na quase unanimidade para a expulsão de Harvey.

E depois de ser também expulso da Academia, foi a vez do presidente da França, Emmanuel Macron, criticar o produtor e o expulsar de mais uma organização. Macron relatou que sua falta de honra o faz indigno desse prêmio.

Mais de dois terços do grupo votou pela expulsão de Harvey.