Alec Baldwin receberá mais de R$ 300 mil de negociante de arte que lhe vendeu quadro falso

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Alec Baldwin venceu uma batalha de sete anos na justiça contra a negociante de arte Mary Boone, que lhe vendeu um quadro falso atribuído ao pintor Ross Bleckner em 2010.

Boone terá que pagar uma indenização de pelo menos R$ 323 mil para Baldwin – o The New Yorker alega saber que o cheque escrito por Boone é de “seis figuras”, mas não o valor real.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Boone vendeu uma versão falsificada do quadro “Sea and Mirror”, assinado por Bleckner em 1996. O próprio Bleckner foi quem produziu a cópia como um favor pessoal para Boone, sem saber que ela seria vendida para Baldwin.

“Ele me admitiu que tinha feito a cópia, dizendo que se sentia muito mal por isso. Depois, confrontei Mary e ela começou a chorar. ‘Você me pegou! Eu só queria te deixar feliz’”, conta Baldwin em entrevista.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio