Atriz acusa Steven Seagal de abuso sexual durante teste de elenco

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A atriz e ex-modelo da revista Playboy Jenny McCarthy fez uma acusação contra o ator conhecido pelos filmes de ação durante um teste de elenco para o filme A Força em Alerta 2, que foi produzido em 1995. Ela citou o caso em uma entrevista para o Movieline em 1998.

No entanto, com outras mulheres denunciando casos semelhantes contra Seagal, a atriz resolveu trazer a história novamente à tona em seu programa de rádio nessa quinta-feira (09). Ela relembrou que foi chamada para a audição e estava animada porque no primeiro filme da franquia, havia uma modelo da Playboy no filme (Erika Eleniak). “Todas as meninas estavam: ‘Ai meu Deus, talvez nós estaremos em A Força em Alerta 2, isso é ótimo’”.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

McCarthy disse que estava ansiosa para conhecer Seagal, entrando no teste apertando a mão dele de maneira bem firme e confiante. “Mas aí eu percebi que não havia mais ninguém na sala. Eu pensei: ‘ele é uma celebridade, talvez seja normal’. Então eu me levantei de frente a ele e aí ele se sentou em um sofá perto de uma lareira e deu tapinha no acolchoado e disse ‘Sente aqui, relaxe’. Eu disse: ‘Não, obrigado. Eu só estou muito ansiosa para ler esse roteiro e eu tenho muita energia que preciso ficar em pé”.

Depois, Seagal diz: “Sabe, essa cena tem uma nudez e eu não consigo saber como é seu corpo com você usando esse vestido”. A radialista continua: “Ok, lá vamos nós. Alarme soando. Isso não é um teste, isso está acontecendo. Ative todos os sistemas de defesa. Mas eu queria tanto aquele papel e não iria desistir facilmente”. Então eu disse para ele: ‘Olha, minha agente disse que não há nudez e ela realmente me confirmou’. Sabe o que ele disse? ‘Bom, é uma nudez atrás das câmeras’”.

Indo de chocada para horrorizada, McCarthy gritou “Vai comprar meu vídeo da Playboy. Custa 19 dólares!”, antes de sair correndo do prédio até seu carro. Ela disse que Seagal foi atrás dela e ameaçou dizendo: “Não conte a ninguém”. Ela complementa: “Eu era a última garota naquele dia. Quantas outras tiveram que tirar suas roupas. Quantas outras garotas tiverem que fazer algo a mais?”

No último dia 04, outra atriz, Julianna Marguiles, que contracenou com Seagal em Fúria Mortal, relatou um terrível encontro com o ator onde disse que o ator mostrou a ela sua arma, o que a deixou muito assustada.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio