Colega de elenco de Transparent faz segunda acusação de assédio contra Jeffrey Tambor

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O ator Jeffrey Tambor, que ganhou vários prêmios pela atuação na pele de uma mulher transgênero em Transparent, foi acusado de assédio sexual por uma segunda mulher – dessa vez, a atriz Trace Lysette, que atuou como convidada em vários episódios da série.

“Jeffrey fez muitos avanços sexuais e comentários em minha direção, mas uma vez em específico a coisa ficou mais física”, conta ela ao THR. “Ele me encurralou contra a parede, colocou os pés descalços dele em cima dos meus para que eu não pudesse me mexer, e começou a se mover ritmicamente colado ao meu corpo. Eu pude sentir o pênis dele através de seus pijamas, e o empurrei para longe”.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em resposta, Tambor negou a nova acusação: “Nós últimos anos, eu tive o enorme privilégio, e a enorme responsabilidade, de interpretar Maura Pfefferman, uma mulher transgênero, em uma série que teve um enorme impacto positivo em uma comunidade que passou muito tempo sendo dispensada e mal compreendida. Agora eu me vejo acusado de comportamento que qualquer pessoa civilizada condenaria sem reservas. Eu sei que nem sempre fui a pessoa mais fácil para se trabalhar. Eu posso ser volátil e temperamental, e muito frequentemente expresso minhas opiniões de forma grosseira e sem tato, mas nunca fui um predador sexual – nunca. Eu sinto muitíssimo se qualquer ação minha foi interpretada como sexualmente agressiva ou se eu já ofendi alguém, mas o fato é que, por todas as minhas falhas, eu não sou um predador, e a ideia de que alguém possa me ver dessa forma é mais estressante do que eu posso expressar”.

As investigações conduzidas pela Amazon sobre as acusações devem ter impacto grande na planejada quinta temporada da série – segundo o Deadline, roteiristas estão considerando vários caminhos a seguir, incluindo uma forma de afastar a personagem Maura, interpretada por Tambor, da história.

Caso isso aconteça mesmo, o título de Transparent (que faz um trocadilho com “trans” e “parente”, além de significar “transparente”) também deve ser alterado.

A primeira denúncia foi feita por Van Barnes, ex-assistente de Tambor e uma mulher transgênero, através de um post no Facebook que pode ser visto apenas por amigos.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio