Comediante que virou senador, Al Franken aparece em foto assediando apresentadora de rádio

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O senador americano Al Franken, do partido democrata, foi acusado por uma apresentadora de rádio chamada Leeann Tweeden de assédio sexual e de beijá-la forçadamente.

Franken, que por anos foi roteirista e ator ocasional do Saturday Night Live, além de um comediante stand-up e escritor premiado, teria insistido em “ensaiar” um beijo técnico que teria que dar em Tweeden no meio de uma apresentação cômica em 2006.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Eu disse ‘não’ repetidas vezes e ele ficou insistindo, então concordei para que ele parasse de me importunar”, escreve Tweeden em post no site oficial da KABC, rádio na qual trabalha. “Quando chegou na hora do beijo, ele pegou minha cabeça de forma agressiva e enfiou a língua na minha boca. Não foi nada técnico”.

Além disso, Franken teria “apalpado” os seios de Tweeden na viagem de volta após a apresentação, enquanto ela dormia. “Eu não acreditei no que vi”, escreve a apresentadora, apresentando uma foto para provar a acusação. “Como alguém ousa pegar nos meus seios enquanto eu estou inconsciente e achar isso engraçado?”.

O senador Franken com Tweeden no avião, retornando de uma apresentação cômica para o exército americano

Franken liberou uma declaração se desculpando pelo ocorrido: “Eu certamente não me lembro desse incidente do ensaio da mesma forma que ela, mas mando minhas sinceras desculpas à Leann. Quanto à foto, ela claramente foi feita como uma piada, mas não teve graça. Eu não deveria ter feito aquilo”. As informações são da Variety.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio