O astro Dustin Hoffman foi acusado de assédio sexual por uma produtora de cinema que, na época do acontecido, tinha apenas 17 anos de idade.

Anna Graham Hunter trabalhava como estagiária no set do filme para a TV A Morte de um Caixeiro-Viajante (1985) quando o caso que ela relata para o The Holllywood Reporter aconteceu.

“Eu estava no meu último ano de ensino médio em Nova York, e era estagiária de produção. Ele me pediu para lhe dar uma massagem em seus pés no meu primeiro dia de trabalho”, contou.


“Ele flertou abertamente comigo e apalpou meu bumbum, falou sobre sexo comigo e na minha frente. Em uma manhã, eu fui até o seu camarim para pegar seu pedido de café da manhã. Ele olhou para mim e sorriu, dizendo: ‘Quero um ovo cozido, e um clítoris bem macio’. Todos os seus amigos riram disso. Eu saí sem falar nada e fui ao banheiro chorar”, disse ainda.

Em resposta, Hoffman escreveu: “Eu tenho o maior respeito do mundo por mulheres e me sinto terrível que qualquer coisa que eu possa ter feito a colocou em uma situação desconfortável. Eu sinto muito. Isso não reflete quem eu sou”.