Estrela de Matilda defende astros de Stranger Things contra “sexualização” dos fãs e da mídia

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Mara Wilson sabe o que é ser uma estrela mirim em Hollywood – agora aos 30 anos, a ex-atriz estrelou Uma Babá Quase Perfeita e Matilda antes de completar uma década de vida. Em um novo ensaio para a Elle, ela adverte sobre os problemas de “sexualizar” astros mirins.

“Na pré-adolescência, as pessoas já comentavam sobre o meu corpo”, escreve. “A cada vez que eu topava sobre um artigo sobre mim, todos os medos que eu tinha sobre o meu corpo em plena puberdade eram confirmados. Eu era ‘feia’, o que me tornava inútil como mulher, ou era ‘fofa’, o que me fazia um objeto, ou era ‘crescida’, o que me tornava mais vulnerável. Como uma atriz mirim, parecia que meu corpo era domínio público”.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Wilson em seguida elogia os atores da série Stranger Things, da Netflix, e lamenta a forma como os fãs falam da jovem Millie Bobby Brown, de 13 anos, que interpreta a Eleven na série, destacando o quanto fãs gostam de dizer que ela “cresceu de repente”.

“Comentar sobre o corpo de uma criança, seja de forma positiva ou negativa, sexualizando ou demonstrando pena, ainda é comentar sobre o corpo de uma criança”, conta ela.

“É sempre uma boa ideia pensar que, de quem quer que você esteja falando na internet, essa pessoa pode de fato ler aquilo algum dia. Isso é duplamente verdade quanto à crianças. Nós – o público, a mídia – somos crescidos. Precisamos agir de acordo”, conclui.

Leia o ensaio completo aqui.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio