Ex-Bond girl, Jane Seymour confessa que quase desistiu da atuação após assédio de produtor poderoso

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Jane Seymour é conhecida dos fãs da franquia James Bond como a Solitaire de Com 007 Viva e Deixe Morrer (1973), e dos vidrados em séries antigas como a protagonista de Doutora Quinn (1993-1998), mas sua história em Hollywood era desconhecida até agora.

Seymour compareceu a um evento de caridade em Melbourne (Austrália) nessa segunda (06), e finalmente resolveu revelar sua história de assédio sexual dentro da indústria (via Daily Mail).

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Eu tive uma reunião na casa desse produtor muito famoso, provavelmente o homem mais poderoso de Hollywood na época. Ele me disse que eu seria perfeita para um papel, e que ‘era minha vez de fazer por merecê-lo’”, contou.

“Ele colocou a mão nas minhas pernas e eu fui deslizando pelo sofá para longe dele. Eles tem sofás enormes em Hollywood. Ele foi muito firme quanto ao que ele queria, e eu fui muito firme na minha negação”, disse ainda.

“No fim das contas, ele me chamou um táxi e eu não ganhei papel nenhum. Voltei para a Inglaterra e desisti da atuação por um ano – quase desisti para o resto da vida!”, concluiu.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio