Lena Dunham é acusada de racismo por escritora: “Ela diz que são só piadas”

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A escritora Zinzi Clemmons, que foi à faculdade junto com Lena Dunham, criadora e estrela da série Girls, e mais tarde assinou textos para sua revista Lenny Letter, liberou declaração no Twitter acusando a colega de racismo.

“Está na hora de mulheres de cor, e especialmente mulheres negras, se afastaram de Lena Dunham e pararem de apoiá-la”, escreveu Clemmons. “Nós duas participávamos dos mesmos círculos durante a faculdade, mas eu tentava evitá-la e seus amigos, porque sabia que eram racistas”.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Eles praticavam o que eu chamo de ‘racismo hipster’, que usa sarcasmo como um disfarce. Eles dizem que é só uma piada quando você os questiona, diz que você é histérica e está exagerando”, disse ainda a escritora.

“I’d call their strain ‘hipster racism,’ which typically uses sarcasm as a cover, and in the end, it looks a lot like gaslighting — ‘It’s just a joke. Why are you overreacting?’ is a comment response to these kinds of statements.”

“Lena e seus amigos usavam palavras ofensivas para serem ‘provocativos’. Muitas vezes estive na mesma sala que essas pessoas, mas só as observava de longe, sentindo ansiedade e horror”, concluiu.

https://twitter.com/zinziclemmons/status/932200880975286273?ref_src=twsrc%5Etfw&ref_url=https%3A%2F%2Fwww.hollywoodreporter.com%2Fnews%2Flenny-letter-writer-accuses-lena-dunham-hipster-racism-exits-publication-1060039

No início da semana, Murray Miller, um dos produtores da série Girls, foi acusado de assédio. A protagonista da série, Dunham, junto de outra produtora, Jenni Korner, saiu em defesa de Miller, dizendo acreditar que tudo era um mal entendido.

Porém, Dunham, conhecida por abraçar as causas feministas, acabou sendo criticada por diversas mulheres devido ao seu posicionamento no caso – e acabou pedindo desculpas.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio