Polícia de Nova York avisa que já tem evidências suficientes para prender Harvey Weinstein

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A denúncia da atriz Paz de la Huerta (Boadwalk Empire) de que o produtor Harvey Weinstein a teria estuprado duas vezes no ano de 2010 pode ter sido a gota d’água para o acusado.

Segundo o detetive Nicholas DiGaudio, que lidera a investigação das denúncias contra Weinstein na polícia de Nova York, há evidências o bastante para prender o produtor. “Baseado no que conversamos com Paz, no nosso ponto de vista há o bastante para condená-lo”, contou à Vanity Fair.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

 

Segundo De La Huerta, o primeiro estupro aconteceu em seu próprio apartamento, na cidade de Tribeca (EUA), em novembro de 2010. Weinstein a teria oferecido uma carona em um bar e a forçado a fazer sexo mais tarde naquela noite.

Um mês depois, Weinstein apareceu novamente na frente do apartamento de De La Huerta e, se aproveitando de um momento de vulnerabilidade (ela admite que estava bêbada), conseguiu entrar sem sua permissão e estuprá-la novamente.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio