Youtube sofre boicote após propagandas serem vinculadas em vídeos de conteúdo sexual com crianças

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O Youtube entrou no meio de uma nova polêmica, após diversos anunciantes do serviço de vídeo congelarem seus investimentos na plataforma como resultado de uma investigação que alega que os anúncios tem aparecido em vídeos que apresentam conteúdo sexual envolvendo crianças.

Grandes marcas como Adidas, HP, Cadbury, entre outras, retiraram seus anúncios da plataforma, pois eles teriam sido divulgados junto a vídeos que mostravam menores de idade em roupas íntimas ou de apelo sexual, e que seriam inapropriados para os espectadores e o público alvo das marcas.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Segundo a Variety, um porta-voz do Youtube disse que “Não deveria haver nenhum anúncio nesse tipo de conteúdo” e que eles estão trabalham para consertar tudo isso.

Não é a primeira vez que grandes empresas começam um boicote contra o Youtube. Na metade de 2017, a plataforma de vídeos se viu no meio de um problema quando diversos anúncios começaram a ser exibidos junto a vídeos de pessoas que propagavam preconceitos contra outras raças e discursos de ódio.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio