Bryan Singer diz que trabalharia de novo com Kevin Spacey: “Depende do projeto”

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Homens acusados de assédio e abuso sexual tem que se manter unidos para sobreviver – é o que parece pensar o diretor Bryan Singer, que teve uma acusação de abuso de menor de idade levantada contra ele na noite dessa quinta (07).

Abordado pelo TMZ em Los Angeles (EUA), o diretor disse que trabalharia novamente com o ator Kevin Spacey, também acusado por múltiplos homens de assédio e abuso sexual, cuja carreira ele “ajudou a lançar” com Os Suspeitos (1995).

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Essa é uma pegunta carregada”, disse ele ao repórter. “Ele é um conhecido meu. As pessoas esperam que eu diga uma coisa ou outra. Dependendo do projeto, trabalharia com ele novamente”.

Singer ainda negou declarações do ator Gabriel Byrne de que uma pausa na produção de Os Suspeitos foi necessária para “controlar” o comportamento inapropriado de Spacey no set.

“Quando encontrar Gabriel, terei que perguntar a ele sobre isso. Que eu saiba, isso não aconteceu, e eu era o diretor. Eu topo com Gabriel frequentemente, falarei com ele”, disse.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio