Os Suspeitos, filme dirigido por Bryan Singer e o que o lançou ao estrelato também confirmou que Kevin Spacey era um dos promissores atores da década de 90. Agora, o ator de House of Cards teve sua carreira praticamente interrompida após diversas alegações de abuso sexual, principalmente por pessoas do elenco e da produção da série da Netflix.

Segundo o ator Gabriel Byrne, que contracenou com Spacey no filme, desde aquela época Kevin já tinha um estranho comportamento sexual. Em entrevista ao site The Sunday Times, Byrne disse: “Eu realmente não sabia a extensão de sua violência. Quero dizer, ele tipo uma piada para as pessoas, que diziam: ‘Esse é o Kevin’, mas ninguém realmente entendeu a finalidade de suas predações. Foi apenas anos depois que começamos a entender que o filme ficou parado uma razão em particular e foi por causa do comportamento sexual inadequado de Spacey”.

Kevin Spacey venceu o Oscar de Melhor Ator Coadjuvante por Os Suspeitos. Em novembro de 2017, diversas pessoas da série House of Cards foram à público acusar Kevin Spacey de ter criado um ambiente profissional tóxico, além de ter demonstrado comportamento predador, tocando em pessoas da produção sem o consentimento e fazendo comentários de cunho hostil e sexual.


A Netflix confirmou que a 6ª temporada de House of Cards continuará sem o ator, que terá seu personagem na série tido como morto.