Ator de Legends of Tomorrow diz que foi abusado por aclamado diretor italiano

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O ator Johnathon Schaech acusou o diretor italiano Franco Zeffirelli de abuso sexual em artigo escrito para a revista People, que relata sua experiência com o cineasta nas filmagens de Sonho Proibido (1993).

Schaech relata que tinha 22 anos quando filmou o longa ao lado de Zeffirelli, naquela época já se aproximando dos seus 70 anos e diretor de clássicos como Romeu & Julieta (1968) e La Traviata (1982).

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

As investidas do diretor contra o seu astro foram “constantes” durante a filmagem, mas Schaech descreve vividamente a noite em que Zeffirelli entrou em seu quarto usando uma chave provida pelo hotel e o molestou.

“Ele estava de pé ao lado da minha cama quando eu acordei. Ele se deitou ao meu lado e eu paralisei. Houve um momento em que eu disse ‘não’ diversas vezes, mas ele respondia: ‘Precisamos fazer isso’. Eu me lembro do quanto o hálito dele cheirava a uísque”, escreve.

James Franco é acusado por mais cinco mulheres de assédio e “abuso de poder”

“Quando eu ouço das mulheres que estão denunciando casos de abuso sobre o momento em que a linha entre diretor e ator, ou qualquer outra linha profissional é cruzada, me lembro disso. Há um pânico que se instala em você naquele momento. Ele colocou a mão dele em lugares que eu nunca imaginaria, e tentou fazer sexo oral em mim. Ele não chegou a tirar as calças, mas ficou mexendo em seu cinto, esperando minha reação”, continua.

“Eu não fiz nada, fisicamente, para pará-lo. Demorei 25 anos para entender o motivo, mas quando ouço as mulheres falarem que ‘saíram de seus corpos’ enquanto tudo acontecia, paralisadas por uma sensação de puro pânico, entendo o que elas querem dizer. Quando ele percebeu que eu não estava reagindo, ele saiu do quarto e nós mal nos falamos pelo restante das filmagens”, conta ainda.

Schaech ainda diz que sofreu de “problemas com álcool, drogas e compulsão sexual” por causa da experiência, e que a “coragem” de sua colega de elenco em Geração Maldita (1995), Rose McGowan, foi o que o inspirou a contar sua história. O ator pode ser visto recentemente na TV, quando encarnou Jonah Hex em dois episódios de Legends of Tomorrow.

O filho de Zeffirelli respondeu às acusações em declaração à People: “Meu pai não está com a saúde boa, e não consegue entender ou responder a essa acusação. Esse relato é um ataque à credibilidade de um grande diretor, um artista e um homem no final de sua vida que nunca vai ser capaz de se defender. É um prejuízo a sua imagem com base em alegações sem credibilidade e que não podem ser provadas”.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio