Catherine Deneuve entre atrizes que assinaram carta defendendo “o direito dos homens flertarem”

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Um coletivo de uma centena de mulheres da indústria do cinema assinou uma carta aberta publicada no jornal francês Le Monte nessa terça (09), que defende o direito de homens na indústria “flertarem” com suas companheiras mulheres.

“Estupro é um crime”, diz a carta. “Flertar insistentemente com alguém não é”. O texto ainda lamenta que a campanha #MeToo, em que mulheres denunciaram assédio sexual, levou a “uma justiça apressada” para homens que “tocaram um joelho ou tentaram roubar um beijo”.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“O aumento da consciência quanto a casos de assédio era necessário, mas essa liberação de discurso está se voltando contra si mesma: As pessoas estão sendo intimidadas para falar da forma certa ou ficarem caladas, o que as deixa furiosas. Aqueles que se recusam a cooperar são vistos como traidores ou cúmplices!”, escrevem as mulheres.

“Defendemos a liberdade de importunar o outro, o que é indispensável para a liberdade sexual”, conclui a carta.

Entre as assinaturas, destaque para a atriz Catherine Deneuve, uma das maiores damas do cinema francês, conhecida por trabalhos em A Bela da Tarte, Dançando no Escuro, 8 Mulheres  muitos outros filmes.

Protestos contra assédio rendem Globo de Ouro mais visto desde 2014

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio