Catherine Deneuve pede perdão às vítimas de assédio que ofendeu

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Catherine Deneuve, atriz conhecida por trabalhos em A Bela da Tarte, Dançando no Escuro, 8 Mulheres  muitos outros filmes, foi uma das mulheres que assinaram um manifesto contra a campanha #MeToo, declarando o direito dos homens de flertarem. Criticada, a atriz voltou a falar sobre o caso.

Em uma publicação do jornal Libération, a atriz voltou a afirmar que assinou o manifesto contra o #MeToo, mas pediu desculpas ” a todas as vítimas de atos odiosos que ela possa ter ofendido”.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Ela tentou então esclarecer sua posição quanto ao problema dos assédios sexuais: “Sim, eu gosto de liberdade. O que eu não gosto é dessa característica do nosso tempo aonde todo mundo acha que tem o direito de julgar e condenar. Um tempo no qual simples denúncias em redes sociais geram punições”.

A atriz voltou a dizer que acredita que seu texto contra o #MeToo é importante, principalmente nos tempos atuais, onde as palavras podem ser facilmente distorcidas. Ela ainda deu um recado a alguns de seus apoiadores: “Aos conservadores, racistas e tradicionalistas, de todos os tipos e que estrategicamente me vieram apoiar, gostaria de lhes dizer que não me enganam. Eles não terão nem a minha gratidão nem a minha amizade, pelo contrário”.

Protestos contra assédio rendem Globo de Ouro mais visto desde 2014

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio