Modelo diz que mágico David Copperfield a drogou e estuprou

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O mágico David Copperfield, um dos ilusionistas mais famosos do mundo, com uma série de aparições altamente promovidas na TV americana, foi acusado por uma ex-modelo de estupro.

“Eu só me lembro dele tirando minhas roupas”, reconta Brittney Lewis, que tinha 17 anos na época do acontecido, ao TheWrap. “Ele estava me beijando e me lembro de começar a descer pelo meu corpo. Segundo depois disso, apaguei e não me lembro de mais nada”.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Os dois se conheceram em Atami (Japão) em 1988, enquanto Copperfield trabalhava como jurado para um concurso de beleza no qual ela participava. Os dois trocaram números de telefone e Copperfield pediu permissão aos responsáveis por Lewis para levá-la a um show seu nos EUA.

 

“Ele disse para eu não me preocupar, que ele tomaria conta de Brittney”, relembra a avó da menina, Patricia Burton. “Eu acreditei nele. Ele era muito charmoso”.

 

“Eu vi David colocar alguma coisa no meu drinque, e perguntei para ele o que era. Ele disse que era algo para eu me sentir bem, fez parecer que era uma espécie de droga que ele estava ‘dividindo comigo’. Essas foram as palavras dele”, contou.

Copperfield já foi acusado anteriormente de estupro – em 2007, pela ex-Miss EUA Lacey Carroll. Na época, após investigações, Copperfield foi inocentado.

Kristen Bell e Susan Sarandon vão pagar multa de ginasta que denunciou caso de estupro

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio