Mulheres que denunciaram assédio são “fracas”, diz Dave Chapelle

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O comediante Dave Chapelle lançou dois novos especiais de stand-up na Netflix durante o ano novo, intitulados Equanimity e The Bird Revelation, e as piadas do comediante sobre as denúncias de assédio em Hollywood estão provocando polêmica.

Chapelle abordou principalmente as alegações contra o colega de profissão Louis C.K., que foi acusado de se masturbar na frente de várias mulheres, além de fazer o mesmo ao telefone com outras.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Uma das mulheres disse: ‘Louis C.K. se masturbou na minha frente, arruinou meus sonhos de seguir carreira na comédia’. Bom, então eu ouso dizer, madame, que você nunca teve esse sonho. Isso é um espírito frágil demais”, diz Chapelle.

“Eu acho um pouco fraco, de verdade. Aquela vadia não sabia como desligar o telefone? Como você acha que vai sobreviver no show business se Louis C.K. se masturbando no telefone é um obstáculo para os seus sonhos? Eu sei que ele está errado, mas estou dizendo que a responsabilidade cai mais sobre nós [homens] do que elas, é desproporcional”, opina ainda.

C.K. foi demitido do elenco de vozes de Pets – A Vida Secreta dos Bichos 2, animação da Illumination marcada para 2019, e teve a estreia de seu filme I Love You Daddy cancelada.

Confira a história original das denúncias contra C.K.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio