Atriz de How to Get Away With Murder alega ter sido estuprada por diretor

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Karla Souza, atriz de How to Get Away With Murder, confessou em entrevista ter sido estuprada por diretor no começo de sua carreira no México.

Em entrevista para a rede CNN en Español, Souza mencionou que tudo começou quando esse diretor, que ela se recusou a dar o nome, inapropriadamente apareceu em seu quarto de hotel às 2 da manhã para fazer cenas.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Durante um mês de filmagens, a atriz disse que estava em um hotel onde só ela e esse diretor tinham quartos. O resto do elenco estava em um outro local.

“Ele bateu na minha porta dizendo que queria fazer algumas cenas. Eu pensei: ‘São duas da manhã, isso não é apropriado e não deveria acontecer’”, contou Karla.

Uma noite, Karla decidiu não abrir a porta para ele e disse que pagou um preço alto. “No próximo dia, ele decidiu que não iria me filmar e de repente começou a me humilhar na frente de todos no set. Foi assim que ele teve controle psicológico sobre mim”.

Depois de um mês lidando com abusos e tentativas de controle, a atriz contou que cedeu. “Eu acabei cedendo e deixando ele me beijar, me tocar de todas as maneiras possíveis que eu não queria que fizesse e um desses avisos, ele me atacou violentamente e me estuprou”.

A atriz contou que não denunciou na época por conta de represálias e por prever que sua carreira fosse prejudicada.

Confira toda a entrevista de Karla Souza (em espanhol) aqui.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio