Presidente da Weinstein Company é demitido por “justa causa”

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A administração da Weinstein Company resolveu demitir o até então presidente David Glasser por “justa causa”, após uma votação unânime entre o conselho administrativo.

A demissão de Glasser acontece alguns dias depois da Procuradoria de Nova York entrar com um processo contra a Weinstein Company devido as violações de direitos humanos.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O procurador geral de Nova York que comanda a ação, Eric Schneiderman, havia dito que “Glasser, que supervisionou o departamento de recursos humanos, não interrompeu a discriminação, assédio e abuso, mesmo quando lidou com dúzias de queixas chocantes”.

A Weinstein Company tem sofrido diversos problemas após as acusações de assédio sexual contra Harvey Weinstein. Uma das últimas mulheres a acusar o mega produtor foi Uma Thurman, a quem o produtor alega que irá processar.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio