Produtor diz que Michael Jackson “roubou muitas músicas” durante carreira

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Quincy Jones, megaprodutor musical que colaborou com Michael Jackson em diversas oportunidades (inclusive no seu maior hit, “Thriller”), acusou o rei do pop de plágio.

“Eu odeio dizer isso publicamente, mas Michael roubou muita coisa. Ele roubou muitas músicas no decorrer de sua carreira. As músicas não mentem, cara. Michael era um cara maquiavélico”, disse ao Vulture.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Jones, 84 anos, revela que tem 22 namoradas

Jones ainda citou um paralelo em específico – para ele, o hit “Billie Jean” é muito parecido com “State of Indepencende”, da rainha da disco Donna Summer. Ouça as duas músicas abaixo e tire a dúvida:

“Michael era mesquinho. Ele não creditava seus colaboradores. Em ‘Don’t Stop ‘Til You Get Enough’, Greg Phillinganes escreveu uma boa parte da música, o crédito deveria ser dele. Michael não deixou”, acusou ainda.

“Eu sempre criticava Michael por causa de sua cirurgia plástica. Ele me dizia que era por causa de alguma doença que ele tinha, o que é uma m*rda mentirosa. Ele fazia aquilo porque seu pai incutiu na cabeça dele que ele era feio, era um m*rda abusivo”, disse por fim.

Jackson faleceu em 2009, aos 50 anos de idade.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio